5 sinais que o seu corpo pode estar ficando desidratado e você não sabe – 99Truques

5 sinais que o seu corpo pode estar ficando desidratado e você não sabe

Artigo verificado

Como talvez você já sabe, o corpo do ser humano é formado praticamente todo por água, onde uma possível desidratação pode ser muito perigosa.

Sendo assim, a desidratação acontece quando seu corpo não tem tanta água quanto precisa, onde quando ela está baixa todas as suas funções podem não funcionar corretamente.

Ou seja, você pode vir a ter uma série de problemas, ou em um nível extremo pode levar até a morte.

No entanto, se eu te dissesse que o seu corpo lhe fornece alguns sinais de desidratação e que muitas você nem imagina que seja?

Portanto, confira a seguir 5 sinais básicos que o seu corpo pode estar ficando desidratado e você não sabe.

5 sinais básicos que o seu corpo pode estar ficando desidratado

Antes de tudo, é importante deixar claro que cada corpo se comporta de uma forma, onde esses sinais são os mais comuns e presentes entre as pessoas.

1. Pele seca

Cuidado, pois a sua pele seca pode não está seca por causa do clima, mas sim devido a falta de hidratação no corpo.

Desse modo, esse é um dos sintomas mais presentes em um corpo desidratado, que requer atenção, uma vez que já pode estar em estado grave.

Portanto, se você constantemente está com a pele seca sem outros motivos, certamente pode ser um sinal grave de desidratação.

2. Sem urinar ou em uma tonalidade muito escura

Esse é um dos truques mais comuns para saber se o seu corpo está bem hidratado.

Dessa forma, o tópico principal a ser observado é a cor da urina, uma vez que quando está muito escura, por exemplo: cor de mel ou âmbar, ou com dificuldades para urinar, poderá ser certamente um sinal de desidratação.

Além disso, quando a cor está muito marrom, estilo castanho, a desidratação pode estar em nível grave.

Ou seja, o aconselhado é a cor da urina ser amarelo claro ou amarelo transparente.

Lembrando, que transparente demais pode indicar que o consumo de água está sendo em excesso.

3. Boca seca constantemente

Sabemos que é comum ficar com a boca seca, principalmente em climas secos ou de temperatura muito baixa.

No entanto, se a sua boca fica seca constantemente, é indicado que você fique em alerta, pois o seu corpo pode estar ficando desidratado.

Além disso, um grande sinal também é caso a sua boca fique seca e ao mesmo tempo muito pegajosa.

Portanto, se você está sentindo esses sintomas, tenha bastante atenção, porque você pode estar desidratado.

4. Dores de cabeça fortes e diárias

Sabemos que vários motivos podem gerar uma possível dor de cabeça, como: estresse, anemia, mudanças de rotina e etc.

No entanto, poucas pessoas sabem, mas a desidratação também pode gerar dores de cabeça fortes e diárias.

Desse modo, isso acontece porque o sangue perde volume, e menos oxigênio vai ao cérebro.

Ou seja, fique atento a dores de cabeça fortes e diárias, como também, se vier acompanhada com alguns dos outros sintomas citados aqui.

5. Sede excessiva

Esse sintoma é um dos mais básicos, mas que nem todas as pessoas prestam atenção e acaba saindo despercebido.

Desse modo, o sintoma da sede excessiva é muito simples, uma vez que o seu corpo quando desidratado, estará precisando de água.

Nesse sentido, podemos ver na prática quando estamos em um dia quente, ou até mesmo ao fazer atividades físicas, uma vez que o seu corpo estará perdendo muita água.

Portanto, fique atento caso ocorra uma sede excessiva e descontrolada no seu corpo.

Lembrando que o aconselhado é ceder, e tomar água.

Considerações finais

Um dos remédios principais para evitar que o corpo fique desidratado é tomar água sempre, principalmente nos dias quentes.

Sendo assim, os especialistas afirmam que a média para manter um corpo hidratado, é tomar no mínimo 2 a 3 litros de água por dia.

Nesse sentido, siga à risca esses dados e garanta o bom funcionamento do seu corpo.

Espero que tenha gostado.

Nos vemos em breve.

Compartilhe com seus amigos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *